Volta para o início... Quer entrar em contato comigo? Câmara dos Deputados Câmara dos Deputados Senado Federal


Segunda-feira, Março 31, 2003

Ecos de Luz


Essas imagens retratam uma nebulosa "aparentemente" em expansão à velocidade da Luz. A ilusão foi causada por uma estrela recentemente identificada como um novo tipo de estrela de brilho variável. Ela se chama se chama V838 Monocerotis e parece que seu comportamento é diferente de tudo o que se conhecia até agora. Inicialmente os cientistas pensaram se tratar de uma supernova, pelo aumento repentino em seu brilho, que aumentou incrivelmente em um período de poucos meses tornando uma estrelinha pálida em uma das mais brilhantes da galáxia.

HubbleSite

Bem, indo ao que interessa, a ilusão da nebulosa em expansão foi criada pelo aumento repentino do brilho da estrela. Ela tinha nuvens de poeira em forma de conchas ao seu redor, cobrindo uma extensão de alguns anos luz. Só que a iluminação dessas nuvens, proveniente da estrela de pouco brilho, não era suficiente para que fossem avistadas da Terra. De repente, com esse aumento repentino do brilho, essas nuvens passaram a ser iluminadas de dentro pra fora. Conforme a luz ia chegando às camadas mais externas de nuvens - lembrem-se que elas cobrem alguns anos luz - ia sendo refletida em direção à Terra e nós íamos enxergando gradativamente essas camadas mais externas, dando a impressão da expansão da nebulosa. Estávamos vendo os ecos da luz da estrela.

Doido, muito doido! Quanto mais nós aprendemos sobre o nosso universo, mais surpresas vamos tendo. Belas surpresas :-) E tudo isso aconteceu apenas nos primeiros 8 meses de 2002. Bem, pelo menos foi quando nós pudemos assistir ao espetáculo, que na realidade ocorreu há uns 7500 anos.

23:09 | comentários