Volta para o início... Quer entrar em contato comigo? Câmara dos Deputados Câmara dos Deputados Senado Federal


Quinta-feira, Janeiro 31, 2002

Visão de águia

Depois de 20 anos, voltei ao oculista para ver o motivo da minha vista cansada. Depois de tantos anos expondo diariamente, incansavelmente, sem dó nem piedade, meus pobres olhos às emissões fustigantes desse canhão de radiação que chamam de monitor, estava com medo de conhecer o real estado da minha vista. Cheguei certo de que sairia com uma receita de óculos, mas felizmente, segundo a doutora, minha vista está 100%. Bem acima da média - deixa eu fazer o meu comercial ;-).

- Mas então, Doutora, será que o motivo da minha vista cansada é só pelas noites que passo em frente ao micro, até às 5 da manhã, depois de ter passado o dia inteiro trabalhando com os olhos fixos no monitor?
- Vê se toma juízo, menino!

Para os incautos viciados em computador, sejam os micreiros, hackeres ou apenas internautas convictos, seguem algumas dicas úteis para preservar por um pouco mais de tempo a visão:
  • A cada 40 minutos em frente ao micro, pare uns 5 para descansar a vista. Se for no trabalho, pode parar uns 15.
  • Lembre-se de piscar os olhos com freqência, em vez de ficar vidrado, com atenção máxima ao que se passa no monitor, babando verde. Isso é sério.
  • Não fique com a cara grudada no monitor. Quando vamos ficando cansados, temos a mania de ir chegando mais perto, para "enxergar melhor".
  • Regule a luminosidade do seu monitor, de acordo com a iluminação ambiente, para evitar excessos. Não sei explicar como se faz isso, não. Peça ajuda ao seu sobrinho, porque eu faço no olhômetro.
  • Evite trabalhar no escuro, pois o contraste do brilho do monitor, com o resto do ambiente força mais a vista. Explicação leiga.
  • Lembre-se de que existe vida do lado de cá - ou daí, depende do ponto de vista - desse vidro para o qual você está olhando agora. Pratique atividades físicas e outras atividades do que chamam de "mundo real". Não sei se isso faz bem pra vista, mas faz para a sanidade mental ;-)
E nem pra doutora dilatar a minha pupila, pra eu poder tirar o resto do dia de folga! Quando a gente mais precisa desses médicos, aonde eles estão? Tsc, tsc, tsc...

15:08 | comentários (2)


Aves estressadas

Não deixe seu passarinho sofrer... depressão das aves já tem cura - O papagaio tinha a preocupante mania de arrancar as penas de seu corpo de maneira compulsiva, um sintoma típico de estresse nas aves. No entanto, o pássaro melhorou após tomar a dose infantil do medicamento Prozac.

Gente, que absurda essa matéria! Começando pelo título. Será que alguém já parou pra pensar que a melhor prevenção contra o estresse desses e outros animais "domésticos" é simplesmente não tê-los em cativeiro? Sinceramente, se eu fosse aquele papagaio faria a mesma coisa. Por muito menos eu já arranquei cabelos da minha cabeça. Arrancar as penas do peito seria pinto. Aliás, eu faria muito mais. Se morasse na casa de "beatas", xingaria o dia inteiro, se morasse na casa de "depravados", rezaria o dia inteiro. Isso é que é ser maduro ;-)

E tem mais. Quem leu a matéria deve ter percebido que o Prozac provoca dependência nos bichinhos. Ou seja, além de cativos, são mantidos drogados para acharem que gostam de sua vida. Tsc, tsc, tsc...

14:39 | comentários (2)


Quarta-feira, Janeiro 30, 2002

Luzes das cidades


Clique para ampliar
Voltando do Rio, à noite, eu estava admirando as luzes das cidades que passavam lá embaixo e comecei a viajar, pra variar, imaginando como seria o visual conforme eu fosse subindo. Depois fiquei pensando no visual incrível que deve ser uma chegada à Terra, em uma noite de poucas nuvens, vindo de uma viagem de um ponto distante do espaço. O impacto deve ser enorme, depois de um tempo no mais completo breu, chegando a um planeta tão vivo. Deve até ser difícil de acreditar a agonia que esse lugar vem passando. Acho que o contraste entre o breu e a vista da Terra deve ser semelhante ao que eu tinha, quando criança, com a chegada de carro a Brasília, guardadas as enormes proporções, é claro ;-) Depois de algumas horas viajando à noite pelo cerradão completamente desabitado, era uma visão e tanto a imagem das luzes do Plano Piloto vistas de longe. Naquela época, quando Brasília ainda tinha muito pouca coisa em volta, essas luzes desenhavam com perfeição o mapa da cidade.

Clique para ampliar
A chegada de avião então, era um espetáculo. Eu, pelo menos, adorava :-) Agora continua sendo uma visão bonita, mas o mapa já está um tanto quanto desfigurado, pelo preenchimento das áreas em volta do Plano Piloto.

Obviamente, o tempo inteiro da viagem eu estava me lembrando dessa imagem que fez tanto sucesso no ano passado ;-) Se alguém quiser um arquivo de 1024x768, para usar como papel de parede, está aqui. Aliás, vale uma observação sobre essa imagem. Algumas pessoas contestaram a sua legitimidade. "Como seria possível tirar uma foto do planeta inteiro sem que houvesse uma nuvem sequer?" Dã, é que essa foto é um mosaico. Foram milhares de fotos tiradas por satélites, de vários pontos da Terra separadamente, que depois foram juntadas para formar a imagem completa. Simples assim. Mesmo porque seria impossível em um única foto fotografar todos os continentes do planeta, já que ele é ESFÉRICO (ou quase).

12:20 | comentários (1)


Sexta-feira, Janeiro 25, 2002

De volta pra casa

Uma das coisas que recompensa os dias fora de casa, para um viagem a serviço, é a festa das crianças, quando a gente volta :-) Aqueles rostinhos grudados no vidro procurando por nós, depois a disputa pra ver quem vai ficar no colo primeiro, um monte de beijinhos e "papai, eu tava com saudade" e "papai, eu te amo". Tem coisa melhor que isso? Neste momento, não... quer dizer... tem também o cheiro do seu amor ;-)

Nossa, até parece que fiquei um mês fora. Foram apenas 2 dias :-)

18:29 | comentários


Cidade Maravilhosa

Sempre que eu sobrevôo o Rio, não posso deixar de pensar em uma coisa: aquele lugar virgem de "civilização" devia ser o próprio paraíso! Fico imaginando na piração que deve ter acontecido na cabeça dos portugueses, quando aportaram ali pela primeira vez. Provavelmente era também o local onde moravam Adão e Eva quando comeram a tal da maçã. Mas eu não estou querendo encher a bola dos cariocas, não. Outro dia ouvi uma frase que no mínimo faz pensar: "O Rio é uma cidade maravilhosa, ou uma cidade construída num lugar maravilhoso?" ;-)

E aí, quem se arriscar a discutir sobre isso? Comenta aí, vai...

18:22 | comentários (4)


Terça-feira, Janeiro 22, 2002

Enquete sobre pirataria de música

Navegando no site da WEA, a procura de um disco, dei de cara com uma enquete que visava nitidamente espetar a consciência dos internautas que têm o costume de baixar música "ilegalmente". A enquete perguntava assim:

O que você pensa quando está baixando uma música ilegalmente na internet?

Fiquei meio incomodado com esse tipo de abordagem, escrevi uma mensagem ao "webmaster" e se seguiu o seguinte diálogo.

09:01 | comentários (3)


FTP por linha de comando

Outro dia li um comentário do Mauro Pinheiro sobre ter aprendido a usar FTP por linha de comando no DOS e seu reconhecimento pelas interfaces gráficas. Realmente a GUI foi um avanço e tanto na interação entre o homem e o computador, mas nem sempre ela é a melhor opção. Quando se vai manipular 1 ou dois arquivos, quando o que se quer fazer é bem conhecido, nada como uma boa e velha linha de comando. Outro dia, por exemplo, precisava enviar um único arquivo para um servidor de FTP e a rede estava muito lenta. A aplicação de FTP nunca conseguia terminar o processo de inicialização. Não sei se pelo número grande de dados que trafegam entre ela e o servidor, para a montagem da árvore de diretórios e visualização dos arquivos, ou se por algum comando que não estava conseguindo ser executado. O fato é que uma aplicação com interface gráfica normalmente executa um monte de comandos automaticamente. Comandos que você não precisaria para executar tarefas específicas. Bem, voltando ao assunto, usei o FTP do DOS e em 1 minuto meu arquivo já estava lá. Sem dor nem demora. Vejam como é simples:

C:\>ftp ftp.zamorim.eti.br
C:\>User: zamorim
C:\>Password: **********
C:\>cd www/imagens
C:\>lcd d:\temp
C:\>put arquivo.gif

Se você achou complicado, é porque ainda não está condicionado aos comandos. Do mesmo modo que você sempre escreve o seu nome mais rápido, quando digita um texto, você acaba se condicionando aos comandos mais utilizados. Esse condicionamento não acontece em grau tão elevado com a interface gráfica, quando esta não possui bons atalhos de teclado. Com o mouse, você sempre precisará "mirar" o mouse, que nunca estará na mesma posição no início do processo, em ícones e menus, que podem nem sempre estar no mesmo lugar da tela.

Que fique claro que eu não sou contra a interface gráfica. Longe disso. Uso e abuso dela. Só estou dizendo que em certas ocasiões a linha de comando é mais eficiente.

09:01 | comentários (3)


Domingo, Janeiro 20, 2002

Musica boa, trabalho e lembranças

Enquanto ia tocando nas caixinhas o "The best of Tropicália", e eu trabalhando, ia me lembrando do que pessoas falavam sobre a nossa música, lá pelos anos 80, quando eu estava cursando meu 2º grau. Foi na época dos festivais MPB Shell. Meus colegas na escola diziam: "nossa, finalmente música boa aparecendo." e "aqui no Brasil não tem música".

Eu ficava olhando, estranhando, como se não participasse daquilo. Eles não podiam estar falando do mesmo país. Como assim, não havia música por aqui? Tem um pessoal realmente muito estranho...

18:31 | comentários (1)


Domingão safado

Sabem...  o fato de estar trabalhando hoje, domingo, nem me irritou. Levantei relativamente cedo e saí de casa na boa. O que me irritou mesmo foi o tom de deboche com que o sol estava me olhando enquanto eu dirigia pra cá. Esse safado fugiu de mim como o diabo da cruz durante esses 15 dias em que eu estive de férias. Agora me vem com essa de aparecer justamente no meu primeiro domingo de trabalho.

Por falar em safado, o que vocês acham de receber um telefonema do chefe, a 4 dias do final das férias, sugerindo seu retorno imediato para preparar um trabalho que precisa ser entregue em 10 dias? Você precisa preparar uma API - que já estava abandonada - para funcionar de outro modo e tem que preparar também uma interface para VB. Pra piorar, os caras que vão utilizá-la não "gostam" muito de trabalhar com estruturas e você precisa adaptar as funções para que não recebam nenhuma por parâmetro - um objeto COM seria mais apropriado, mas não é o caso agora. O detalhe é que você odeia VB. Ah...  já ia me esquecendo de dizer que é preciso preparar também um pequeno manual e voar para SP, para ensinar os caras que não gostam de estruturas a programar com a sua API.

Pensando bem, o Sol é o de menos. Que brilhe lá fora ;-)
Enquanto isso, a Paula Toller vai cantando nas caixinhas...
Ao trabalho...

10:40 | comentários


Sexta-feira, Janeiro 18, 2002

Menino, quanta chuva!
De onde vem tanta água?

14:03 | comentários (2)


O charme dos Sarneys

Para quem já se deixou, está pensando em ou acabará se deixando seduzir pelo charme de Roseana, que está sendo tão festejada pela mídia, eu recomendo a leitura cuidadosa desse edital do estadão. É como já disseram antes: "a Roseana é o Collor de saia". Eu já avisei, o padrão está se repetindo. Fiquem espertos e não arranjem sarney para se coçar.

09:33 | comentários (2)


Quinta-feira, Janeiro 17, 2002

Comentários flutuantes

Vocês podem ver que nos dois textos anteriores eu comecei a utilizar esse recurso de comentários flutuantes, que chamam por aí de overlib. É uma brincadeirinha que eu queria aprender a fazer já há algum tempo, mas ainda não tinha tido tempo. Bem, ainda não tive. Peguei um script prontinho e estou usando aqui. Dica do Nicholas Frota.

17:51 | comentários


O Band-aid assassino

Hoje a Nessa estava me contando do drama que a Heloísa - minha caçula - fez quando lhe foi colocado um bandeide. Disse que ela foi chorando e batendo os pés para o quarto, com uma cara de magoada como se tivesse sido amputada. Me lembrei da primeira vez que pusemos um bandeide na Helena. Tive que sair de casa com um da Turma da Mônica, no mesmo lugar do dela, para que ela aceitasse usar aquele negócio engraçado :-) Depois elas ficam viciadas naquilo e querem usar por qualquer besteira. Crianças...

17:51 | comentários


Bug na seta

Outro dia eu estava puto da vida por causa de um bug que acompanha 3 gerações de automóveis FIAT que eu já tive. É que sempre que eu ligo a seta para a esquerda e viro o volante para a direita a seta desarma antes que eu faça uma curva para a esquerda.

Aí você pergunta: e por que é que esse mané dá seta prum lado e vira pro outro?

É muito simples. Quem já dirigiu em Brasília sabe da enorme quantidade de balões que existem em nossas ruas. Pois então, sempre que eu vou virar à esquerda, preciso antes fazer uma pequena curva à direita para "entrar" no balão. No meu caso já é até automático: eu ligo a seta para a esquerda e fico com a mão na alavanca, esperando que ela desarme para ligá-la novamente.

Esse me lembra os famigerados bugs de software que só acontecem na máquina do cliente (ou do chefe). Tudo porque os testes são feitos primeiramente em CNTP e nem sempre nas situações de uso real ou para clientes "especiais". Por essas e outras, meu chefe me sugeriu que colocasse a cima da minha mesa uma plaquinha com os dizeres: "Na minha máquina funciona!" ;-)

15:20 | comentários (2)


Programação dos cinemas

Alguém se lembra da boa e velha programação do cinema pelo telefone? Estava conversando aqui no trabalho e percebi o tanto que sou um dinossauro. Ninguém sabia do que eu estava falando. Não sei se tinha em todo lugar, ou se era o mesmo número, mas aqui em Brasília havia o serviço 139, que divulgava a programação de todos os cinemas da cidade. A gente ligava e ficava ouvindo até aparecer um filme interessante ou o cinema mais perto. O "bom" era quando, depois de alguns minutos, chegava finalmente ao filme que você estava procurando, alguém lhe distraia e era necessária mais uma rodada. Salve a internet ;-) Mas eu tenho saudades daquele tempo. Usei muito, mas muito, esse serviço na época em que ia muito ao cinema.

(Acabo de descobrir que em Natal ainda existe o 139. Aqui em Brasília o número não funciona mais, mas não faço idéia se existe algum outro serviço da mesma natureza.)

11:56 | comentários


Sábado, Janeiro 12, 2002

Entrando no mundo da fotografia digital

Há tempos eu estou querendo entrar definitivamente e plenamente no mundo da fotografia digital. De certo modo já faço parte desse mundo, já que há 4 anos tenho digitalizado quase todas as fotos que tiro, e não são poucas. Faço isso em parte por diversão - doença, talvez - em parte como backup, em parte porque preciso alimentar o meu álbum online. Só que é um processo muito custoso, muito trabalhoso, ainda mais com esse scannerzinho lerdo que eu tenho.

Para tornar essa experiência digital mais agradável, só há duas alternativas: comprar logo uma câmera digital; ou encontrar um serviço de digitalização de fotos decente e barato.

A primeira opção sempre me pareceu muito distante, com os preços exorbitantes dessas maquininhas. Os modelos mais simples e menos potentes já estão a preços até acessíveis, mas eu nunca cogitei comprar uma câmera digital que não tivesse uma qualidade, em termos de cor e resolução, compatível com uma boa máquina de filme. Bem, isso até dois fatos recentes me abrirem os olhos. O primeiro foi um comentário da Cora sobre a fotografia digital. Ela observou muito bem que a fotografia digital não é para ser impressa, mas ser visualizada em dispositivos digitais, como o nosso monitor. E para isso, uma fotografia com resolução de 800x600 já está muito boa. Juntei isso com o fato de que já andei imprimindo fotos digitalizadas a 300dpi (1590x1050 aproximadamente) com ótimos resultados em papel fotográfico da Epson e comecei a querer romper as barreiras. O segundo fato, e tiro de misericórdia, foi quando vi as fotos tiradas por um tio em uma camerazinha "barata", Olympus, de 1.2 megapixel. Qualidade excelente, tanto no vídeo, quanto impressa. Só que esse barato ainda fica meio caro aqui nas nossas lojas, então... vou esperar mais um pouco.

A segunda opção, o serviço de digitalização, estava difícil, já que o mais barato que encontrei estava cobrando mais de 3 Reais por foto. Absurdo, se eu quiser digitalizar um filme inteiro. Aí, no final do ano passado, me indicaram um tal de Guedes Fotografias, que estava entregando junto com o filme revelado um CD com todas as fotos. Pergunta se eu já testei. É claro :-) Eles estão com um equipamento novo que, enquanto revela o filme, já digitaliza as fotos diretamente pelo negativo. Pagando R$6,00 a mais na revelação e entregando o CD, eles gravam todas as fotos, com uma resolução que eu escolho, indo de 640x480 até 3600x????. Aprovado! Os arquivos digitais ficaram perfeitos. Junto ainda vem um índice em papel fotográfico 10x15 com todas as fotos e a numeração no filme. 10!

Agora, minha vida será outra :-)
E haja disco...

14:17 | comentários (2)


Sexta-feira, Janeiro 11, 2002

Tchau...

Ontem eu tive um sonho "interessante". Eu estava dentro de um carro com a minha filhota, a Helena, esperando a chuva passar. De repente eu percebi uma "rajada de chuva" na horizontal e comentei: "nossa, que vento forte, olha como está a chuva!". Imediatamente tudo foi ficando energizado, uma "energia branca" vindo desde o horizonte, passando pelo nosso carro e seguindo adiante. A Helena deu um sobressalto. Lá longe eu vi um cogumelo de fogo crescendo e a onda de choque vindo em nossa direção. As únicas coisas que tive tempo de fazer foram abraçar a Helena, dar-lhe um beijo e dizer TCHAU. Depois tudo era apenas luz, silêncio, como se eu estivesse flutuando no nada, e fim...

O que eu achei mais interessante é que não levei um susto, nem me senti mal, com normalmente ocorreria em um sonho desse tipo. Apenas disse tchau e acordei tranqüilo. A Nessa disse que é porque eu sabia que eu e a Helena estaremos sempre juntos nas vidas futuras. Achei interessante a idéia. Vou me sentir muito honrado se tiver sempre a companhia dela em outras "missões" :-)

Deu pra perceber que eu acredito em outras vidas, reencarnação, espírito, ou seja lá o que for, né? Não tenho certeza de nada, mas acho possível, até provável. Quando penso sobre o assunto da "existência" mais racionalmente, tenho a tendência a achar que nós somos realmente apenas um punhado de matéria animada, sem nada por trás, que quando morrer acabou. Tudo muito materialista. A ciência tem explicado quase tudo. Por outro lado, basta eu olhar um pouquinho para dentro da minha mente para sentir que isso, a mente, é muito incrível, muito especial, para ser apenas uma manifestação material. Costumo até a brincar que "EU sou um ser muito incrível para ter um fim algum dia; para não ser imortal" ;-)

Acho que toda essa nossa realidade é apenas o pedaço do mundo que nós podemos ver. Pode ser uma parte de um mundo "multi-dimensional", pode ser apenas uma prova que devemos cumprir, como um jogo de realidade virtual, pode ser um sonho...

Não, este é um assunto muito longo para ser tratado como eu gostaria em um simples post de um blog. Vou começar a escrever um artigo (bem amador) sobre isso amanhã mesmo. Um artigo que eu já venho querendo escrever muito antes desse blog, mas que nunca tenho coragem para começar. Vou contar inclusive sobre a minha "teoria" da realidade virtual, que inspirou a base do filme Matrix ;-) Tá, vocês vão dizer que eu só estou copiando a idéia, mas taí o Manel, que não me deixa mentir. Né não, Manel? Aliás, só fui assistir ao filme, porque um belo dia ele me disse: "Marcão, lembra daquela sua teoria da realidade virtual? Pois é, você tem que ver Matrix!" No dia seguinte eu estava no cinema ;-)

00:11 | comentários (2)


Sábado, Janeiro 05, 2002

Bolsa Escola Federal

Hoje eu estava assistindo à reprise de uma entrevista com o Cristovam, nosso ex-governador, no programa Idéias com Reguffe, da TV Apoio. Quando ele falou da sua tristeza com os programas de seu governo que foram descontinuados quando o governinho atual assumiu, eu me lembrei de um assunto que queria abordar aqui.

Há uns dias atrás eu estava dirigindo de volta pra casa, quando me deparei com um enorme, e cínico, painel com um anúncio comemorando a chegada da Bolsa Escola Federal ao DF. Como se isso fosse uma grande vitória para o nosso povo. Espero que todos se lembrem de que antes nós tínhamos uma Bolsa Escola de 1 salário mínimo por família. Essa foi descontinuada quando esse sujeitinho assumiu o GDF, com a desculpa de que a distribuição de cestas básicas era muito mais eficiente (já disse o que acho disso). A Bolsa Federal paga incríveis R$15,00 por aluno. É uma grande vitória, não é mesmo?

Voltando ao Cristovam, não tenho a menor vergonha de anunciar que ele é o meu candidato para qualquer cargo ao qual se candidate. Senador, Governador do DF ou Presidente da República. É um cara sem o menor cacoete de "político profissional", com quem cada vez mais eu me identifico. Simplesmente pelas idéias que ele divulga e das muitas que já pôs em prática. A última, nesse programa, eu tive que chamar a Nessa para ouvir, porque era exatamente uma idéia antiga minha. Perguntado sobre a propaganda eleitoral, ele declarou: "A propaganda eleitoral deve ser exclusivamente debate entre candidatos. Os marketeiros devem sumir. Candidato não é sabonete. Apenas os candidatos debatendo devem aparecer. Dois a dois para não haver confusão". Seria o fim dos "Fernandinhos" e (agora) "Roseaninhas" da vida. Lindo ;-)

Aliás, falando no nome da figura, vocês já perceberam a repetição do padrão do processo eleitoral que elegeu o Collor e desse atual? Uma figura surge do nada e passa a figurar nas capas das principais revistas do país como um santo, uma pessoa que está resolvendo todos os problemas do povo do estados que governa. Enquanto isso, um candidato de esquerda, que começou nas pesquisas como favorito, começa a ser alcançado pelo bonitinho que vem caindo nas graças de povo encantado com suas qualidades tão alardeadas pela imprensa. Espero que esse padrão não se repita até o resultado final. Se se repetir, espero que não se repita nos resultados do governo desastroso.

00:25 | comentários (4)


Sexta-feira, Janeiro 04, 2002

Encontro com Rama


Minhas preces foram atendidas. Estão filmando Encontro com Rama, um dos meus livros preferidos, do meu escritor de ficção científica preferido, o Arthur Clarke. Logo que comecei a ler os livros dele, tomei conhecimento da existência de Encontro com Rama. Fiquei fascinado com a sinopse do livro e saí a sua procura nas livrarias de Brasília. Sem sucesso. O livro estava esgotado. Nem uma cópia sequer para contar a história. Anos depois fiquei sabendo do lançamento da continuação da história, em 3 novos livros que deveriam começar a chegar ao Brasil em breve. Tive um estalo. Se estavam lançando a continuação, era bem provável que lançassem também o original. Uma passadinha rápida na Sodiler e, pimba, lá estava o livro, novinho em folha, prontinho para ser devorado em um único dia de leitura ininterrupta. Depois eu li novamente, porque 1 dia é muito pouco ;-)

Leia o artigo do Fábio Marchioro e saiba um pouco mais sobre o Arthur Clarke e seu livros.




E, falando em ficção científica, vou terminar com um pouco de realidade científica. As imagens mais legais dos vôos espaciais em 2001. Muitas imagens sensacionais. As que mais me chamaram a atenção foram os vídeos do lançamento da Mars Odyssey. Vários clips gravados por câmeras fixadas no próprio foguete e na nave. Valem cada segundo da sua conexão.

Com relação à "ciência do espaço", os próximo anos estão prometendo. Foi aprovado o orçamento para a Missão Kepler, que colocará um satélite em órbita do Sol para vasculhar mais de 100.000 estrelas em busca de planetas habitáveis por humanos. Isso significa, em uma primeira fase, encontrar planetas com o tamanho aproximado da Terra, orbitando uma estrela semelhante ao Sol, em uma órbita aproximada como a nossa. O que nós poderemos fazer com essas descobertas? Nada, ainda, mas no futuro, se chegarmos até lá, isso poderá ser muito útil para possíveis missões de colonização e de procura por vida extraterrestre semelhante à nossa. Tomara que exista mesmo a tal da reencarnação, para que eu possa presenciar isso ;-)

13:33 | comentários


Terça-feira, Janeiro 01, 2002

Mensagens de "Boas Festas"

Tentei publicar uma mensagem de Feliz Natal aqui, mas não consegui. Tentei publicar uma de Feliz Ano Novo, mas também não consegui. Um pouco pela falta de tempo e também disposição de sentar aqui em horários em que posso estar com a família, curtindo os feriadões de fim de ano. Um pouco também porque cada vez acho mais estranho essa mania de escolher um dia específico para se desejar felicidades a quem quer que seja. É como disse o NightHiker: "Peguem todo esse amor e fraternidade que todo mundo parece ter no Natal, dividam por 365 e distribuam em doses diárias no decorrer do ano".

Não, não. Eu também gosto de receber e enviar cartões nessa época, mas sempre muito bem direcionados. Cada um enviado para cada um. Também acho legal ter um dia para lembrar os esquecidinhos de que existe mais gente no mundo. Só acho estranho ele ser necessário. Sei lá, entende?...

Bem, mas resolvi escrever para agradecer a todos os que me enviaram mensagens de "boas festas", "bom futuro", "bom tudo" e mais especificamente a uma pessoa muito simpática, que me mandou uma das mensagens mais simpáticas que já recebi através deste site:

leandro (camarao.waves@bol.com.br) escreveu:

Seu site é um lixo, seu iniciante!

---
De osasco-sp


Pois é, seu leandro, se é assim o seu nome mesmo. Sabe como é, nem todo mundo é tão fodão quanto vossa senhoria, fazer o que, né? Nem sei em quê que o senhor acha que eu sou iniciante, mas suponho que seja em minhas criações digitais. Bem, nunca escondi de ninguém minhas origens sobrinhescas na área de design gráfico. Agora, muito estranho alguém como o senhor, tão poderoso, perdendo o seu tempo, em pleno último dia do ano, em um site tão iniciante como o meu. Pior, ainda se dando ao trabalho de me escrever. Será que não tinha nada melhor pra fazer não, é? Que vidinha triste :-(

FELIZ ANO NOVO, FELIZ ANO VELHO, FELIZ TUDO PRA TODO MUNDO!
Até pro senhor leandro ;-)

17:53 | comentários (6)






Zamorim
Alta Rotação
Álbum Digital
Criação Digital
Zamorim Futebol de Botão
Para jogar com papel e caneta
Zé Povão




imagens aleatórias::
www.flickr.com


leia e veja::
Unforgettable (patinação)
A Borboleta
Meus papeis de parede ;-)
A melhor coisa do mundo!
Um Ovário no Cisto

na minha caixa postal::
Boot
Quem é xiita?
Ensina teu filho
Resposta Casseta!
O Mundo Para Todos!
Mais textos...

ajuda::
Sobre o site
Sobre mim

contato::
Imeiou

arquivo::
2014:

2013:

2012:

2011:

2010:

2009:
10/8/4/3/1
2008:
9/8/7/6/1
2007:
12/11/10/9/4/3/2/
2006:
11/10/8/4/2/1
2005:
12/11/10/9/8/7/6/5/4/3/2/1
2004:
12/11/10/9/8/7/6/5/4/3/2/1
2003:
11/10/9/8/7/6/5/4/3/2/1
2002:
12/11/10/9/8/7/6/5/4/3/2/1
2001:
12/11/10/9/8/7/6/5/4/3/2/1
2000:
12/11/10/9/8/7/6/5/4/3/3+



para fora do site

feitos por mim::
Academia Alta Rotação
Bola Quadrada
Débora Amorim
Desconforme.com

brinquedinhos::
Álbum no Flickr
ET Brasil
SETI@Home P-Stats
MyBookmarks
Horizontes  (os meus)

do mundo físico::
Adriano Souza
Ana Paula
Ana Paula (fotos)
Débora Amorim
Lêda Margarida
Marcos Sebastian Alsina
Mariana
Nathália
Roberto Moriyama

diariamente ou não::
A List Apart
AlterNet: Top Stories
Burburinho
CliqueMusic
Communication Arts
Computerworld
Correio Braziliense
ei: Electronic Intifada
Em Tempo Real
ESA Science
Estadao
Info Exame
JB Online
MusicExpress
NASA Human Spaceflight
New Scientist
no mínimo
Nova-e
O Globo Online
Reporters without borders
Scientific American Brasil
SPACE.com
Spaceflight Now
The Fray
Universe Today
Visão Crítica
Web Insider

weblogs que leio (ou tento)::
Blog do Cristovam
Blog do Sena
Circulando.com
c o l a g e m
CrisDias
D i z e m. . .
Feira Moderna
Imprensa Marrom
Interludio.net
Lost Art Updates
Marcelo Cabral
Marketing Hacker
Matchbox
Mothern
no mínimo | Weblog
Os melhores do Mundo
Pensar Enlouquece...
Powazek productions
Ricardo Noblat
Terceira Base
The Chatterbox
The Daily Report
WowBlog

fotologs::
Bigempty
Daily Dose of Imagery
Chicaco Snapshot
Chromasia
Ephemera
Ficções do Interlúdio
Groundglass
Joe's NYC
New York Photoblog
Phutojunkie
Positive Negative
rion.nu
Satan's Laundromat
Shutterbug
Visual Resistance
Whateverland

brasília no flickr::
Brasília (tags)
Brasilia (tags)
Brasília (pool)
Andressa Reze
bom_de_ver
dimasmjunior
Fabio Cherman
Josa Jr
leonart
negativz
MrPixel
Quereco
The Girl Is Drinking Tea
virgu.lino

créditos e agradecimentos::
Blogger
BlogTree
Extreme Tracking
W.Bloggar



Inclui no Bloglines