Volta para o início... Quer entrar em contato comigo? Câmara dos Deputados Câmara dos Deputados Senado Federal


Quinta-feira, Dezembro 27, 2001

Um (improvável) conto de Natal

"o Natal é o nosso eterno retorno à infância ? é o momento do faz de conta e da fantasia. Poucas efemérides estão tão impregnadas de simbologia e significados, e poucas permanecem tão arraigadas no nosso imaginário místico e religioso."

Eu estava lendo essa crônica do Zuenir e me lembrando de como me sinto constrangido por dar e receber tantos presentes em uma data em que deveria ser propagada a igualdade entre TODOS os homens, enquanto milhões de pessoas são sumariamente ignoradas pelo "Bom Velhinho". Não que eu sinta a consciência pesar por gastar um dinheiro (curto) que eu suei pra conseguir. Posso fazer isso em qualquer outra época do ano sem problema, mas nessa data é sempre um pouco constrangedor. Apesar de tudo, como disse o Zuenir, o Natal também me traz algumas das melhores lembranças da infância. Das músicas, às reuniões de família, sem esquecer da alegria com os brinquedos novos.

Na véspera de Natal, no início dos "festejos" na casa da minha mãe, a criançada já estava ouriçada para abrir os presentes, que sempre foram abundantes no nosso Natal, quando eu fiz uma proposta meio indecente: "Por que a gente não pega todos esses presentes e vamos agora distribuí-los entre as pessoas que não tem nenhum para receber? Não ia ser legal?" Alguém gritou: "Boa idéia!" Outro alguém disse: "Ah, eu não acho uma boa idéia, não!" Algumas crianças me olharam com ar espantado, outras nem tomaram conhecimento. Obviamente, todos os adultos, incluindo eu, levaram a minha proposta na brincadeira, mas depois que eu falei, lá no fundo, fiquei imaginando como seria se tivéssemos coragem para tomar uma atitude dessas. Bem diferente de comprar um monte de bugigangas para distribuir entre os "pobres" e aliviar um pouco a consciência pesada, seria pegar os próprios presentes e distribui-los. Seria uma baita de uma lição para as crianças e para nós mesmos. Fiquei arrepiado só de pensar, mas não sei se teria coragem de fazer isso um dia...

09:41 | comentários (6)


Sexta-feira, Dezembro 21, 2001

Inspiração

Uma navegada pelos portifólios da Creative Hotlist, que faz parte da rede Communication Arts é extremamente inspiradora. Cada trabalho de cair o queixo e os seus preferidos você pode guardar na "sua hotlist" pessoal. O problema é arranjar tempo pra ver tudo. Num fim de semana desses, quem sabe... E por falar em inspiração, são visita obrigatória também o Design Museum e o Guggenheim. Ambos indicações da Nancy.

17:30 | comentários (1)


Quinta-feira, Dezembro 20, 2001

Pra variar...


clique para ver a tira
"É TRISTE VER QUE ALGUMAS PESSOAS NÃO CONSEGUEM LIDAR COM UM POUCO DE VARIEDADE!"

(-: Hoje eu estava aqui no computador, pra variar, e me chega a Helena vestindo uma blusinha de manga comprida no lugar das calças. "Ué, meu amor, tá lelé da cuca, é?" - "Não, papai, eu só tava experimentando..." E assim ficou até a hora de dormir, com aquela roupa engraçada, que serviu até de bolsa de mamãe canguru para uma boneca. Na hora eu me lembrei dos meus velhos quadrinhos do Calvin. Fui lá fuçar até encontrar, entre uma risada e outra, essa tirinha aí ao lado, pra mostrar pra ela. É que eu sempre dizia que gostaria que meu filho, quando viesse, fosse igual ao Calvin e momentos como esse me enchem de satisfação ;-)

- Papai, a gente pode pintar esses desenhos?
- Não, meu amor, essa revistinha é de gente grande!
- Aaaaaaaaahhhhhhh, mas eu quero pintaaaaaaaarrrr!
- Não, essa é minha!"

Tá, eu sei, mas eu ainda não sou maduro o suficiente para me desapegar de certas coisas...

Essa é uma das tiradas do Calvin que eu mais gosto. Que tal um pouco de variedade? Tentar novidades?
Invente, tente, faça um 2002 diferente ;-)

23:56 | comentários (2)


Fiasco anunciado

O tal de Felipão está mesmo decidido a oficializar a mediocridade na nossa seleção brasileira de futebol. Ele já anunciou que montará uma seleção inspirada na de 94, que segundo ele deve ter o trabalho (do Parreira) "enaltecido para o resto da vida". É, complicou. O pior é que até os Argentinos sabem que "o Brasil é ainda dono de um futebol encantador, basta recuperar sua identidade e não imitar os europeus". O que eu não entendo é o motivo que leva os nossos técnicos a pensar que a seleção deve jogar diferente dos nossos clubes. Qual é o vírus de estupidez misturada com cegueira que os torna completos imbecis, quando assumem o comando da Canarinho? Ó, meu caro Villas-Bôas, dê a bronca e explique melhor por mim. Valeu!

Há uns 30 anos atrás a seleção que disputaria a próxima copa poderia ser formada mais ou menos assim: seriam convocados os principais jogadores do ataque do São Caetano e os principais jogadores da defesa do Atlético Paranaense, os melhores do Brasileirão 2001; depois seriam convocados os destaques em outras posições, dentre os jogadores que atuaram NO BRASIL, nessa mesma competição. Muito importante seria não mudar o nosso estilo de jogo. Nada de imitar os europeus, que não conseguem nem ver a nossa bola, quando jogamos bem.

Assistam à final do Brasileirão e lembrem-se de que o bom futebol não é feito apenas de estrelas e altos salários. O conjunto, O ENTROSAMENTO, também são essenciais. Inclusive, é daí que saem os verdadeiros "deuses do futebol". Os legítimos. Não aqueles produzidos pela mídia, ávida de notícia.

12:22 | comentários


Bugs terroristas

Tem um terrorista aí que tá dizendo que uns colegas seus se infiltraram entre os programadores da Microsoft para inserir bugs no Windows XP. Ha, ha, ha! Bem, pra mim, os programadores da MS já são terroristas por natureza, mas será que esse cara não recebeu um cachê para dizer isso e justificar a bugaiada que está por vir ;-)

12:21 | comentários


Terça-feira, Dezembro 18, 2001

Blogar pra quê?

Para quem acha que blogs não levam a nada, eu digo: vocês não entenderam direito. Dizer que um blog ou, mais genericamente, um site pessoal não leva a nada é o mesmo que dizer que contar uma novidade na mesa de um boteco, para meia dúzia de ouvintes, não leva a nada. Será que eu precisaria ser locutor de uma grande rádio para valer a pena contar uma novidade ou para revelar um pensamento? Algumas pessoas ainda não entenderam que na web nem tudo é "negócio". Algumas pessoas ainda não entenderam que nem todo site precisa ser um campeão de audiência, com 1 milhão de acessos diários e com lucros estrondosos, maiores do que os de qualquer empresa tradicional. Foi essa visão que levou àquela quebradeira das "ponto-com".

Os blogs e as páginas pessoais são os sites mais despretensiosos da rede. Alguns ainda têm um enfoque mais profissional, mas ainda assim são, ou deveriam ser, despretensiosos. E daí se você não vai conseguir um público de 1 milhão de acessos por dia? Aliás, ainda bem que não vai conseguir. Já imaginaram a quantidade de mensagens que se acumulariam na sua caixa postal? E a conta do serviço de hospedagem para pagar toda a banda consumida? Não, site pessoal é pra ser pequeno mesmo, pra um público restrito.

Eu posso falar por experiência própria. Ter um site pessoal vale muito a pena. Nunca ganhei 1 centavo com ele. Aliás, até já ganhei alguns, com as encomendas de cartões de visita ;-) Mas ele já me levou a "conhecer" muito mais gente, e suas opiniões, do que eu poderia sem ele. Logo que ele foi inaugurado, lá pelos idos de 97, eu comemorei muito quando cheguei a 10 visitas SEMANAIS :-) Aquilo era o máximo, pessoas do outro lado do mundo estavam lendo o que eu escrevi. Depois comemorei quando cheguei a 10 visitas diárias e a quantidade de contados que recebia, principalmente de patinadores de todos os cantos do mundo. Agora, com os meus blogs, é partir pro abraço. Não porque tenha virado um campeão de audiência, mas porque a quantidade de idéias que eu posso guardar aqui, e até passar adiante, é enorme. Não interessa se apenas uma pessoa vai ler, o retorno dessa pessoa é que é 10. Tá bom, quanto mais gente ler, melhor, mas esse "mais" não precisa passar de algumas centenas ;-)

18:22 | comentários (4)


Idéias e pensamentos não publicados

Assim como o Hiro e o CrisDias eu (e acho que a maioria dos blogueiros "profissionais" ;-) também perco um bocado de idéias no tempo que passa entre decidir ou pensar em blogá-las e encontrar o momento para isso. Eu também já pensei em ter um Palm para anotar as coisas durante o dia - tá bom, não só para isso. Pensei em comprar um bloquinho de papel (bem mais barato) como a Fer, mas a única metodologia que eu consegui aplicar até hoje foi a da pasta de "Blogar" na minha caixa de entrada de e-mails. Como eu trabalho o tempo inteiro online, qualquer coisa que eu pense em blogar, desde notícias online até pensamentos soltos, eu envio por e-mail para mim mesmo, com o assunto precedido de "[blogar]". Um filtro se encarrega de mover automaticamente essas mensagens para a pasta específica. No momento certo, se tudo sempre corresse como a gente espera, eu esvaziaria a pasta, transformando as idéias em textos para este blog. Como nunca nada corre como esperamos, minha pasta "blogar" já está com mais de 1000 mensagens, que nunca serão transformadas em posts. Alguma técnica mais eficiente?

12:10 | comentários


Segunda-feira, Dezembro 17, 2001

Monstros SA


Ontem fomos assistir Monstros SA. DEMAIS! Como sempre a Pixar arrebenta na animação gráfica, sem deixar de lado a alma das personagens - coisas da Disney. O filme é muito bom! Acho que foi o primeiro que a Helena assistiu até o fim, no cinema, apesar de ter cravado as unhas na poltrona nos minutos iniciais - nos finais ela estava no meu colo mesmo ;-) Mas eu acho que ele é ainda melhor para os pais. Aquela garotinha que não para de aprontar é o que há. Acho que todo pai vai encontrar um pouquinho de seus filhos nela :-)


O primeiro filme da Pixar ao qual eu assisti foi o Luxor Jr - se não me engano foi também o primeiro que eles produziram - ainda nos tempos da UnB e dos congressos de computação gráfica. É impressionante a capacidade que eles tiveram de transmitir as emoções das duas personagens utilizando apenas a animação de duas luminárias, sem nenhum "traço animal", apenas movimentos. Os outros curtas deles também valem a pena. Todos eles. Mas, pra mim, nenhum se compara ao Luxor Jr., justamente pelas "limitações físicas" dos atores utilizados ;-)

21:26 | comentários


Cola online

"BRASÍLIA - Escolas de primeiro e segundo graus e universidades brasileiras vivem um dilema. A mesma internet que abre as portas do mundo da informação aos alunos também oferece trabalhos escolares bem escritos e prontos para clonar."

É muito simples de se resolver isso, principalmente nas universidades. Basta que os trabalhos "de casa" deixem de valer nota. Que sirvam apenas como complemento do conteúdo, como lista de exercícios. Já as provas deveriam passar a ser todas dissertativas. Nada de "marcar xisinho" ou "V ou F". Eu tive um professor, o Ladeira, que tinha a fama de aplicar sempre a mesma prova, com apenas 2 questões:

1ª - Escreva tudo o que você sabe sobre a matéria.
2ª - Agora escreva tudo o que você não sabe.

Era barra, mas funcionava. Você tinha que saber MESMO, de TUDO, para fazer uma prova dele. O problema é que além dos alunos, os professores também têm preguiça de corrigir uma prova subjetiva. Tá bom, muitas vezes é falta de tempo mesmo, devido à grande quantidade de turmas que eles têm que pegar para poder juntar um salário decente, mas isso já é um outro problema um pouco mais embaixo.

"O uso academicamente incorreto da web preocupa o ministro da Educação, Paulo Renato Souza."

Esse cara, eu nem comento mais...

"O que me leva a comprar ou copiar um trabalho é a falta de tempo", alega Rogério, 23, estudante de Letras."

Caro Rogério, se você não tem tempo de estudar, então não estuda, mas também não queira se formar. Vai trabalhar e pronto. Não dá pra fazer de tudo. É uma escolha que precisa ser feita e, infelizmente, não é possível que alguém que não tenha tempo para estudar, seja pelo problema que for, receba um diploma. Pode parecer um pouco de frieza, preconceito ou sei lá o quê da minha parte, mas esse também é um outro problema social que deve ser corrigido na base. Não adianta apenas adular o cidadão lá na ponta e entregar-lhe um diploma. O fato dele não ter tido chance de uma educação de base decente, ou de não ter podido estudar durante a faculdade porque precisava trabalhar não é justificativa para isso. Assim a situação só vai piorar.

Ou seja, para se resolver o problema dos trabalhos clonados, basta um pouco de boa vontade dos professores. Já o problema da educação como um todo... que tal começarmos pelo ministro?...

14:36 | comentários


Star Wars

Pra quem curte, curtiu, ou não, Guerra nas Estrelas: telnet towel.blinkenlights.nl. Cinema ASCII eu nunca tinha visto. Via telnet, então...

10:07 | comentários (1)


Terça-feira, Dezembro 11, 2001

Corujas

Um pai achar suas crias as coisas mais lindas, inteligentes, espertas e gostosas do mundo, é muito normal. Anormal seria o contrário. Agora, quando alguém "de fora", que você nem conhece pessoalmente fala algo parecido (texto de 07.12.01 - 10:36), é de ficar babando por uma semana seguida :-)

Me desculpem a falta de textos mais "profundos" ou freqüentes - se é que algum dia já escrevi um - mas eu estou de férias e dei uma desligada no cérebro, para reciclagem ;-) Bem, eu diria que estava de férias, já que hoje à tarde volto ao batente. Pra falar a verdade, nem sei se tive realmente férias, já que trabalhei um bocado em "projetos pessoais". Não, o cérebro está mesmo desligado... foram férias sim :-)

10:31 | comentários (1)


Quinta-feira, Dezembro 06, 2001

A força da mente

Não acredito! Acabo de achar, através do CrisDias, o site do Uri-Geller. Nem sabia que o cara ainda estava vivo, quanto mais que tinha um site. Será que alguém das novas gerações já ouviu falar dele? Ele foi sensação aqui no Brasil, na década de 70. Eu mesmo vivi uma experiência "extrasensorial" na minha própria casa. Ainda não sei se foi a força da mente ou da mentira :-)

Na noite de um dos shows dele na TV, durante sua passagem pelo Brasil, eu devia ter uns 10 anos, meus pais não estavam em casa e um primo de SP estava de visita. Quando o Uri-Geller foi apresentar seu "truque" de entortar a colher, convocou todo mundo a tentar também: "Vamos lá, peguem uma colher, esfreguem-na com os dedos e fiquem pensando: entorta, entorta, entorta..." Eu e o Beto, fascinados com os poderes da mente como toda criança, ficamos lá, sentados no chão, os dois segurando um garfo e eu esfregando. Bem, eu sei que eu me concentrei tanto, que acabei entrando em alfa - ou seja dormi. Voltei à consciência - acordei - com o Beto me cutucando e gritando: "OLHA O GARFO, OLHA O GARFO!".

Ele, o garfo, estava quente e mole no ponto onde eu estava esfregando. Dei duas mexidas e ele se quebrou. Pronto, foi a sensação da família. Meu pai mostrava o garfo para todo mundo e dizia: "Olha o que o Marquinho fez com o poder da mente!" Durante anos aquele garfo ficou guardado como um troféu. Acredito que ainda esteja com o meu pai.

Mas a minha grande dúvida, que eu nunca tive coragem de esclarecer, é: será que aquilo foi realmente o poder da mente ou o Beto, que vivia aprontando, não teria pego o garfo enquanto eu dormia e torcido tanto, até que ele ficasse mole? E aí, Beto, vamos esclarecer o mistério? :-)

12:49 | comentários (3)


Pressa

O Marcelo Gluz comentou no blog sobre a "cultura do comercial, criada a pedidos dos medíocres", onde o bom é o que é "rápido". Estava falando do filme Lavoura Arcaica, odiado por ser longo e lento, fala também da preferência aos cabeças-de-bagre, perseguidores de bola, aos Garrinchas da vida. Bem, sobre o Lavoura Arcaica, não faço idéia, porque não assisti, mas concordo plenamente com ele no que se refere a essa cultura do que é competitivo. E isso está acontecendo em todas as áreas na sociedade. Na "arte", no "esporte" e no comércio. Produto bom é o que entra primeiro no mercado, como se nós, os consumidores, fossemos completos idiotas que compramos o que vier pela frente, sem o menor senso crítico com relação à qualidade - será que somos mesmo? Será que não há mais espaço para qualidade no mercado? O pior é que, quanto mais eles têm pressa de lançar seus produtos, maior a quantidade de produtos despejados sobre nós para suprir as deficiências dos anteriores, que saíram muito cedo do forno. Haja paciência pra tanto upgrade.

Eu já usei antes, e vou usar novamente o exemplo de uma antiga chefe minha, que colocou um bombom Sonho de Valsa sobre a mesa e disse: "isso é qualidade!" Um produto que permanece até hoje como quando foi lançado, pelo simples fato de que foi produzido da maneira correta, sem pressa.

12:24 | comentários (2)


Quarta-feira, Dezembro 05, 2001

Fatura online

Se a EMBRATEL tivesse lançado essa fatura online antes, eu poderia não ter sido sacaneado pela última empregada que saiu daqui de casa. A safada, na última semana de trabalho, fez um monte de ligações lá para a casa dela, no Piauí. Uma delas com mais de 1 hora. A continha só chegou quase 1 mês depois que ela foi embora. É isso que dá abrir exceções na minha política de pagar o aviso prévio e não ficar com a empregada nem 1 dia a mais depois de anunciada a decisão da rescisão de contrato. Nossa, eu ia adorar ver a cara dela, quando eu apresentasse a fatura: "Nossa! Mas de onde ele tirou isso!"

23:21 | comentários (3)


CDs anticópia

Parece que aquela história do CD protegido contra cópia colocado no mercado Europeu deu pra trás. O mundo tem salvação, os consumidores ainda mandam. Mas os EUA vão insistir no negócio e "lançar diversos títulos com proteção contra cópia". Bem, vamos boicotar todo e qualquer CD protegido. Se cairmos na armadilha e comprarmos algum, vamos reclamar, gritar, espernear. Na Europa funcionou. Funcionou porque o consumidor sempre teve e vai continuar tendo razão.

23:10 | comentários (2)


Analfabetos funcionais

O Brasil participou de um teste, junto com outros 31 países, que "mediu a capacidade de leitura de estudantes de 15 anos, independentemente da série em que estão matriculados". Alguém é capaz de adivinhar a nossa colocação em relação aos outros países? Isso mesmo, último. Pior, nós ficamos classificados no nível 1, o "mais elementar", "praticamente analfabetos funcionais, capazes de identificar letras, palavras e frases, mas não de compreender o sentido do que lêem".

Bem, o nosso fabuloso ministro da educação, Sr. Paulo Renato, soltou que "esperava um desastre pior".

Como assim "pior"? Acho que o ministro não entendeu muito bem o que leu. Nós ficamos em ÚLTIMO. Mas, segundo a Nessa, ele disse que nós só fomos tão mal, porque concorremos com países de 1º mundo, que se tivéssemos sido comparados com países de 3º mundo, o teste mostraria como somos bons. Que absurdo! Acho que ele continuou sem entender. O pior não foi a colocação relativa, mas a média alcançada: "PRATICAMENTE ANALFABETOS FUNCIONAIS"!!!

23:03 | comentários


Domingo, Dezembro 02, 2001

Ão, ão, ão, primeira divisão

Para os milhões de brasileiros frustrados, que esperavam ansiosos, com um sorrisinho besta na boca, para gritar: "ão, ão, ão, segunda divisão", o meu sincero SINTO MUITO :-)

Tá bom, eu sei que é deprimente ter que comemorar o não rebaixamento, ao invés da classificação, mas fazer o quê, né? Eu até acho que a segundona seria saudável para o MENGO. Seria um momento de renovação, de colocar a casa em ordem. Também estava empolgado com a perspectiva de um título inédito na história do clube, sem mencionar o Carioca e a Libertadores, que nós também levaremos em 2002. Agora vamos ter que nos contentar com o Brasileiro mesmo, um título que já ganhamos muitas vezes, mais do que qualquer outro no Brasil. Então ficamos assim: em 2001, levamos o Carioca, a Super Copa e vamos levar a Mercosul; em 2002 levaremos o Carioca, novamente, a Libertadores e teremos que nos contentar com o Brasileirão. Ou alguém duvida disso ;-)

Depois ainda dizem que flamenguista é mala! Não entendo...

20:16 | comentários (4)






Zamorim
Alta Rotação
Álbum Digital
Criação Digital
Zamorim Futebol de Botão
Para jogar com papel e caneta
Zé Povão




imagens aleatórias::
www.flickr.com


leia e veja::
Unforgettable (patinação)
A Borboleta
Meus papeis de parede ;-)
A melhor coisa do mundo!
Um Ovário no Cisto

na minha caixa postal::
Boot
Quem é xiita?
Ensina teu filho
Resposta Casseta!
O Mundo Para Todos!
Mais textos...

ajuda::
Sobre o site
Sobre mim

contato::
Imeiou

arquivo::
2017:

2016:

2015:

2014:

2013:

2012:

2011:

2010:

2009:
10/8/4/3/1
2008:
9/8/7/6/1
2007:
12/11/10/9/4/3/2/
2006:
11/10/8/4/2/1
2005:
12/11/10/9/8/7/6/5/4/3/2/1
2004:
12/11/10/9/8/7/6/5/4/3/2/1
2003:
11/10/9/8/7/6/5/4/3/2/1
2002:
12/11/10/9/8/7/6/5/4/3/2/1
2001:
12/11/10/9/8/7/6/5/4/3/2/1
2000:
12/11/10/9/8/7/6/5/4/3/3+



para fora do site

feitos por mim::
Academia Alta Rotação
Bola Quadrada
Débora Amorim
Desconforme.com

brinquedinhos::
Álbum no Flickr
ET Brasil
SETI@Home P-Stats
MyBookmarks
Horizontes  (os meus)

do mundo físico::
Adriano Souza
Ana Paula
Ana Paula (fotos)
Débora Amorim
Lêda Margarida
Marcos Sebastian Alsina
Mariana
Nathália
Roberto Moriyama

diariamente ou não::
A List Apart
AlterNet: Top Stories
Burburinho
CliqueMusic
Communication Arts
Computerworld
Correio Braziliense
ei: Electronic Intifada
Em Tempo Real
ESA Science
Estadao
Info Exame
JB Online
MusicExpress
NASA Human Spaceflight
New Scientist
no mínimo
Nova-e
O Globo Online
Reporters without borders
Scientific American Brasil
SPACE.com
Spaceflight Now
The Fray
Universe Today
Visão Crítica
Web Insider

weblogs que leio (ou tento)::
Blog do Cristovam
Blog do Sena
Circulando.com
c o l a g e m
CrisDias
D i z e m. . .
Feira Moderna
Imprensa Marrom
Interludio.net
Lost Art Updates
Marcelo Cabral
Marketing Hacker
Matchbox
Mothern
no mínimo | Weblog
Os melhores do Mundo
Pensar Enlouquece...
Powazek productions
Ricardo Noblat
Terceira Base
The Chatterbox
The Daily Report
WowBlog

fotologs::
Bigempty
Daily Dose of Imagery
Chicaco Snapshot
Chromasia
Ephemera
Ficções do Interlúdio
Groundglass
Joe's NYC
New York Photoblog
Phutojunkie
Positive Negative
rion.nu
Satan's Laundromat
Shutterbug
Visual Resistance
Whateverland

brasília no flickr::
Brasília (tags)
Brasilia (tags)
Brasília (pool)
Andressa Reze
bom_de_ver
dimasmjunior
Fabio Cherman
Josa Jr
leonart
negativz
MrPixel
Quereco
The Girl Is Drinking Tea
virgu.lino

créditos e agradecimentos::
Blogger
BlogTree
Extreme Tracking
W.Bloggar



Inclui no Bloglines